Caminhão atropela e mata pelo menos 30 durante celebração da data nacional francesa

reprodução-internet
Multidão entrou em pânico e promotor antiterrorismo diz que pode ter sido um atentado. Foto: Reprodução/internet

Um caminhão atropelou uma multidão que participava, em Nice, das celebrações do Dia da Bastilha, data nacional da França. A CNN diz que a polícia local informou que pelo menos 30 pessoas morreram e 100 ficaram feridas. Segundo as primeiras informações, o incidente ocorreu  por volta das 23h20 (18h20 de Brasília) na avenida costeira  Promenade des Anglais, quando o veículo avançou pela calçada, na altura da praça de Masséna, onde as vítimas se reuniram para assistir à queima de fogos,  no encerramento das celebrações do 14 de Julho.

Uma imagem no Twitter mostra cerca de dezenas de pessoas deitadas na rua, alguns já recebendo atendimentos.  O promotor antiterrorista François Molins assegura que “tudo parece indicar que se trata de um atentado”.

Alguns relatos também citaram tiros trocados entre policiais e as pessoas que estariam no caminhão, mas isso não foi confirmado. Um vídeo que está sendo compartilhado nas redes sociais mostra pessoas correndo nas ruas e o pânico tomando conta da multidão logo após o incidente.

Outra imagem publicada no Twitter mostrava o caminhão parado no meio da avenida com algumas partes da frente amassadas e quatro policiais observando enquanto se protegiam atrás de uma árvore.

Um repórter da agência France Presse disse que o incidente ocorreu no fim da queima de fogos: “Nós vimos as pessoas sendo atingidas e pedaços de detritos voando ao redor”.

O jornal “Nice Matin”, citado pelo G1, diz que um de seus repórteres relatou que um grande grupo de pessoas começou a correr e o clima era de pânico, já que ninguém sabia se era um acidente ou se o motorista atingiu as pessoas deliberadamente. A publicação francesa também divulgou a imagem retirada de uma tela de TV que mostra um caminhão branco cercado por policiais e com o vidro dianteiro atingido por diversos tiros. Algumas testemunhas afirmaram que a polícia disparou contra o condutor para tentar impedir o atropelamento e que “ocupantes” do veículo também atiraram.

Fonte: , ,

Deixe um comentário