Brasil sem Neymar contra a Venezuela, na terça-feira

Neymar ainda não tem substituto definido para o jogo da Seleção Brasileira na casa do adversário. Foto: Pedro Martins/MowaPress

Destaque na goleada da Seleção Brasileira sobre a Bolívia, por 5 x 0, na quinta-feira (6), em Natal, Neymar será desfalque para o compromisso da próxima terça, na Venezuela, pela 10ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas à Copa do Mundo 2018. Por isso, o atacante foi liberado pela CBF e retornará ao Barcelona.

Autor de um gol e duas assistências no triunfo sobre os bolivianos, o craque da seleção recebeu cartão amarelo (o segundo) após se desentender com Azogue. Com isso, Neymar terá de cumprir suspensão automática na partida contra a Venezuela, marcada para as 21h30 (de Brasília) de terça-feira, em Mérida. 

Tite fez mistério sobre o substituto do camisa 10 para o duelo com os venezuelanos, na primeira rodada do returno das Eliminatórias. “É desumano colocar no Neymar a responsabilidade de fazer tudo. Ele tem que marcar pressão, roubar a bola, fazer gol. Ninguém faz isso. O time tem que ser forte sem o Neymar e, com ele, se fortalecer mais”, concluiu o técnico, que segue com 100% de aproveitamento no comando da Seleção, contabilizando três vitórias.

Willian e Oscar, ambos do Chelsea, e Lucas Lima, do Santos, são cotados para ocupar o lugar no ataque. Após o primeiro turno, o Brasil é o vice-líder das Eliminatórias, com 18 pontos, um a menos que o Uruguai. Já a Venezuela é a lanterninha, com apenas dois pontos conquistados.

 

Deixe um comentário