Brasil disputa jogos escolares na Bolívia

O Brasil participa, a partir de sábado (2) até domingo (10) dos XXIII Jogos Sul-Americanos Escolares, em Cochabamba, na Bolívia. A delegação é formada por 213 pessoas, entre atletas, comissão técnica, médicos, fisioterapeutas e jornalistas. Os atletas brasileiros obtiveram seus índices técnicos durante a etapa mirim dos Jogos Escolares da Juventude e Paraolimpíadas Escolares.

Nos jogos de Cochabamba serão disputadas 10 modalidades, sendo quatro coletivas e seis individuais: atletismo, atletismo para pessoa com deficiência, basquete, futsal, futebol feminino, handebol, natação, tênis de mesa, voleibol e xadrez.

Para o presidente em exercício da Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), Robson Aguiar, o principal objetivo do evento é o intercâmbio cultural entre jovens de 12 a 14 anos dos países da América do Sul.

Mesmo sendo o campeão geral em 2015 e demonstrando ser uma grande potência na categoria escolar na faixa etária de 12 a 14 anos, o Brasil, por falta de patrocínio não participou da competição em 2016, em Medellin, na Colômbia.

Deixe um comentário