Bento XVI pede o fim das rivalidades dentro da Igreja

O papa Bento XVI fez um apelo hoje (13) em sua última missa na Basílica de São Pedro, no Vaticano, pelo fim da “hipocrisia religiosa” e de “rivalidades” dentro da Igreja Católica.
“O rosto da Igreja é por vezes marcado pelos pecados contra a unidade da Igreja e divisões no clero”, disse o sumo pontífice, que trajava as tradicionais vestes roxas das celebrações da Quaresma, período católico de penitência antes da Páscoa.
Bento XVI, que anunciou na segunda-feira a renúncia ao papado por falta de capacidade física, disse que “a cara da Igreja” se apresenta “por vezes, desfigurada”.
O Vaticano anunciou que os 117 cardeais eleitores do novo papa vão se reunir a 15 de março ou nos dias seguintes para escolher o sucessor. O conclave terá lugar na Capela Sistina, ao longo de vários dias, e o nome do novo papa deverá estar escolhido até a Páscoa. Entre os candidatos estão europeus e norte-americanos, mas também sul-americanos e africanos.
Fonte: Agência Brasil
Extratos dos Jornais

Deixe um comentário