Benefício por arma recolhida

O Governo do Distrito Federal apostará em duas medidas para a redução da criminalidade na capital. A primeira se refere a uma bonificação às equipes da Polícia Militar que apreenderem armas de fogo. Apesar de a iniciativa ter sido adotada em situações anteriores — como na Operação Asas, em fevereiro —, agora, ela será regulamentada. O governador Agnelo Queiroz afirmou ontem que o projeto será encaminhado à Câmara Legislativa hoje. Nele, constarão os valores e o modo de pagamento.


Para cada arma de cano curto, por exemplo, serão R$ 400 divididos entre o grupo responsável pela operação — geralmente, as equipes da PM são compostas por três policiais. A quantia pode chegar a R$1,2 mil caso seja recolhido um fuzil. A declaração oficial do benefício ocorreu após a reunião plenária do Programa Ação pela Vida. Estiveram presentes administradores regionais, secretários, policiais civis e militares, bombeiros e agentes do Departamento de Trânsito (Detran). 


Fonte: Correio Braziliense

Extratos dos Jornais

Deixe um comentário