Bebê tem corpo “congelado” por quatro dias para salvar seu coração

A vida de um recém-nascido foi salva após médicos usarem uma técnica para esfriar seu corpo durante quatro dias. Edward Ives nasceu com apenas 5% de chance de sobreviver, devido a uma taquicardia supraventricular, que fazia seu coração bater duas vezes mais rápido que o normal. Essa condição reduzia o fluxo de sangue para seus órgãos vitais. Os médico resolveram tratá-lo com um cobertor especial, recheado com um gel gelado, para baixar a temperatura do seu corpo de 37º para 33,3ºC.
 “Foi horrível vê-lo ali deitado congelando. Ele estava sedado, então nem se mexia muito. Eu precisava me lembrar a todo tempo que aquilo estava salvando a vida dele”, afirmou Claire Ives, a mãe do garoto, ao site inglês Daily Mail. Após quatro dias de tratamento, seu coração voltou a bater normalmente, e um mês depois ele teve alta do hospital. 
Claire desconfiou que alguma coisa estava errada ainda grávida. Ela foi ao hospital e os médicos descobriram o problema no coração. Eles tentaram medicá-la, mas o remédio não surtiu efeito. Dois dias depois Claire se submeteu a uma cesárea. Ela estava grávida de 35 semanas. Edward foi levado para o tratamento imediatamente. Hoje, com seis meses, ele é uma criança saudável. 
Sites e Blogs
Fonte: G1

Deixe um comentário