Baby conquista a quarta medalha para o Brasil na Olimpíada

rafael-silva-judo-divulgação
Rafael Silva aplicou um yuko no adversário no finzinho do combate. Foto: Divulgação

O Brasil conquistou sua quarta medalha nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, a terceira no judô. Rafael Silva, o Baby, na categoria acima de 100kg (pesado), derrotou o uzbeque Abdullo Tangriev na decisão do bronze e ficou com o terceiro lugar, repetindo o feito que conquistou em Londres 2012.

Na decisão, Tangriev, medalha de prata em Pequim 2008, buscava segurar o brasileiro, demonstrando grande cansaço. Sem conseguirem muita efetividade, os atletas receberam uma punição (shido). Na sequência, o uzbeque foi advertido novamente, colocando o brasileiro em vantagem.

Faltando cerca de 20 segundos para o fim da luta, Rafael aplicou um yuko, garantindo a vitória e sua segunda medalha olímpica, fazendo a torcida presente na Arena Carioca 2 explodir.

O judoca comemorou a conquista e exaltou o desempenho do judô brasileiro nos Jogos. “Estou muito feliz. Agradeço minha equipe e a todo mundo que confiou no meu trabalho. Medalha em casa é muito bom. A torcida empurrou bastante e ajudou demais, é muito bom lutar em casa. Olimpíadas é diferente e é difícil predizer quantas medalhas teriam, mas o judô está de parabéns”, declarou ao Sportv.

Na repescagem, Silva garantiu a chance de disputar o bronze após derrotar o holandês Roy Meyer, terceiro melhor do mundo na categoria. O brasileiro levou apenas uma punição (shido) em comparação a duas do rival, e saiu vitorioso.

Essa foi a terceira medalha do judô brasileiro no Rio 2016. Rafaela Silva (ouro) e Mayra Aguiar (bronze) foram as responsáveis pela conquista das outras duas. Além dos judocas, Felipe Wu levou a prata na pistola de ar de 10m no tiro esportivo.

Deixe uma resposta