Aviação brasileira pode receber R$ 93 bilhões

Os investimentos privados e públicos no setor aéreo, entre este ano e 2020, poderão variar de R$ 68 bilhões a R$ 93 bilhões. A projeção integra a “Agenda 2020” divulgada hoje pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), formada por Azul/Trip, Avianca, Gol e TAM.
Segundo o presidente da entidade, Eduardo Sanovicz, esse volume de investimentos inclui aquisições de aeronaves, melhorias em tecnologia, contratação de pessoal e recursos para aeroportos, entre outros.
De acordo com as projeções, o volume de passageiros até 2020 poderá alcançar 211 milhões anuais ante 100 milhões de 2012. O total de aeroportos, atualmente são 96 em operação, poderá alcançar 169. A quantidade de rotas domésticas, atualmente 479, está projetada para chegar a 795.
Fonte: Valor Econômico
Sites e Blogs


Deixe um comentário