As palavras dos Mestres

Depois de uma temporada de 16 dias no hospital após o traiçoeiro ataque de um infarto do miocárdio (no transcurso do qual afinal consegui driblar o médico de plantão escrevinhando duas croniquetas), enviando-as através da amiga repórter Wanúbia Lima nas solidárias visitas que me fez ali naquela antessala sombria do Oriente Eterno.

Mas agora fui proibido solenemente pelos médicos de realizar qualquer esforço físico e mental, ou seja, não posso “trabalhar” com a cabeça, evitando assim de extravasar qualquer tipo de emoção, levando-se em conta que escrever crônicas é uma forma de falar com o coração, cujo, segundo os doutores cardiologistas, está necessitando de umas férias compulsórias para merecido repouso.

Diante de tal contingência, sinto-me obrigado a pedir emprestadas palavras de famosos poetas e escritores, com quem continuo meu aprendizado de Literatura, com a intenção de não interromper o contato semanal com os leitores deste hebdomadário que já dura há mais de um ano. Vou começar citando o baiano Castro Alves, o meu preferido:

– “Ó bendito o que semeia livros, livros à mão cheia e manda o povo pensar. O livro caindo nalma é germem que faz a palma, é chuva que faz o mar!”

Mahatma Gandhi:

– “Eis os sete pecados sociais: política sem princípios; riqueza sem trabalho; prazer sem consciência; conhecimento sem caráter; ciência sem humanidade e culto sem sacrifício!”

Vinicius de Moraes:

– “A vida é a arte do encontro, embora haja tantos desencontros pela vida!”

Buda:

– “Um amigo falso e maldoso é mais temível que um animal selvagem. O animal pode ferir seu corpo, mas um falso amigo pode ferir a sua alma!”

Confúcio:

– “Conta-me o teu passado e saberei o teu futuro!”

Gabriel Garcia Marquez:

– “Mantém os que amas junto de ti. Diz-lhes ao ouvido o muito que precisas deles, o quanto lhes queres e trata-os bem. E dirige-lhe as palavras de amor que conheces!”

E, finalmente, a dificílima proposta de Jesus Cristo:

– “Ame teus inimigos, faça o bem para aqueles que te odeiam. Abençoe aqueles que te amaldiçoam, reze por aqueles que te maltratam. E se alguém te bater no rosto, oferece a outra face!”.

Fonte:

Deixe um comentário