Área Metropolitana de Brasília tem potencial para ter novos cinco municípios

Mais cinco municípios tem a possibilidade de serem criados na Área Metropolitana de Brasília (AMB), conforme o estudo divulgado na sexta-feira (30) pela Companhia de Planejamento do DF (Codeplan), chamado “Possíveis impactos do PLC Nº 416/2008 (criação de novos municípios) na Área Metropolitana de Brasília”.

O levantamento tem base no Projeto de Lei Complementar (PLC) nº 416/2008, aprovado recentemente pela Câmara dos Deputados e em análise no Senado, que estabelece no Centro-Oeste que localidades com mais de 6 mil habitantes podem se emancipar.

“Cinco localidades da nossa região se enquadram no novo critério: Jardim Ingá, em Luziânia; Campos Lindos, em Cristalina; Jardim ABC, na Cidade Ocidental; Monte Alto, em Padre Bernardo; e Girassol, em Cocalzinho de Goiás”, informou o presidente da Codeplan, Júlio Miragaya.

“Em Luziânia, já começamos a coletar assinaturas para a constituição do município do Jardim Ingá, proposta que conta com o apoio de toda a população”, relatou o vice-prefeito de Luziânia, Didi Viana.

Confira o estudo, na íntegra, aqui.
DEPENDÊNCIA – Segundo Miragaya, a população desses possíveis novos municípios varia entre 8 mil e 70 mil habitantes, mas todos mantêm forte dependência do mercado de trabalho do Distrito Federal, assim como dos equipamentos públicos nas áreas de saúde e de educação.

“A emancipação desses municípios será positiva para todos: eles passarão a receber recursos do governo federal e investir em equipamentos públicos; de forma que a população não necessite buscar os serviços públicos do Distrito Federal”, ressaltou o presidente da Codeplan.

O chefe do escritório do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em Brasília, Silvio Santos, lembrou que o impacto dos municípios vizinhos é muito grande no DF: “O nosso Entorno, a vida em comunidade, também apresenta desafios ao IBGE”, acrescentou.

“O governador Agnelo Queiroz possui uma sensibilidade diferenciada para a importância de que, por meio da Codeplan, tenhamos dados que possibilitem o planejamento integrado da região”, afirmou o secretário adjunto de Desenvolvimento da Região Metropolitana do DF, Arquicelso Bites.

Se aprovado até o início de outubro pelo Senado, o Projeto de Lei Complementar irá possibilitar que a situação desses municípios se modifique a partir das eleições de 2014.

Fonte:

Deixe um comentário