Anglo American fecha porto no Amapá

A Anglo American decidiu paralisar, por tempo indeterminado, suas atividades industriais e administrativas no município de Santana, distante 24 km de Macapá, no Amapá, depois do desabamento do píer do Porto de Santana na madrugada de quinta-feira, 28. Máquinas, equipamentos, caçambas, pás carregadeiras e seis trabalhadores foram tragados pelo rio Amazonas. O píer flutuante era utilizado na atracação de navios que embarcam minério de ferro para a China.
Desde ontem o Corpo de Bombeiros faz buscas no local, mas a água escura do rio dificulta a visibilidade. Aliado a isso, há o risco dos mergulhadores se ferirem nas ferragens das máquinas, equipamentos e restos da estrutura do píer.
As causas do acidente estão sendo investigadas. A Anglo American trabalha com a hipótese de um fenômeno natural. Populares que viram o acidente contam que houve um desmoronamento de terra, que, ao cair no rio, fez o navio que estava sendo carregado balançar. O navio teria batido no píer provocando o desabamento.
Fonte: Estadão
Extratos dos Jornais

Deixe um comentário