Anac reajusta em 8,02% tarifas do Aeroporto de Brasília

 
Avião  posicionado para receber passageiros no Aeroporto JK, em Brasília (Foto: Vianey Bentes/TV Globo)
Avião posicionado para receber passageiros no Aeroporto JK, em Brasília (Foto: Vianey Bentes/TV Globo)

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) reajustou em 8,02% as tarifas de embarque e conexão do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, concedido à iniciativa privada. A medida foi publicada nesta sexta-feira (22) no Diário Oficial da União. A Inframerica, consórcio que administra o terminal, tem 30 dias para repassar o aumento.

Contando com uma taxa adicional que aumenta em 35,9% os valores, a tarifa de embarque doméstico vai de R$ 25,79 para R$ 27,79. A taxa de embarque internacional passa de R$ 105,63 para R$ 109,28.

Ainda foram revistos os preços relativos a pouso e permanência. Também subiram 8,84% as tarifas de armazenagem e capatazia (serviço usado geralmente em portos e estações/terminais ferroviários, onde profissionais autônomos fazem o trabalho de carregamento e descarregamento, movimentação e armazenagem de cargas).

As tarifas foram revistas para compensar perdas com inflação, com base no índice IPCA. A decisão de reajustar as taxas foi tomada pelos diretores da Anac.

O Aeroporto JK foi o segundo mais movimentado do país em 2015, ficando atrás apenas do de Guarulhos. O terminal recebeu 19,8 milhões de passageiros no ano passado, número 9% maior do que os 18,14 milhões de usuários do ano anterior, informou a Inframerica. Foram 186.377 pousos e decolagens durante o período. São 509 voos por dia. A média de fluxo diário é de 54 mil pessoas.

 

 


Presos em ação antiterror foram para presídio de Campo Grande, diz PF

Cissa Guimarães apresenta “Doidas e Santas” em Brasília

Brasília registra recorde de incêndio em período de seca

 

 

Fonte:

Deixe uma resposta