Alto custo de vida derruba fluxo migratório do DF

O Distrito Federal vem perdendo forças na capacidade de atração e retenção populacional, provavelmente devido ao elevado custo de vida, principalmente no que se refere ao item habitação. O estudo Dinâmica Migratória na Área Metropolitana, divulgado pela Companhia de Planejamento do DF (Codeplan), mostra que, em dez anos, o saldo migratório teve uma queda de 42,9%. Os resultados revelaram ainda que alguns municípios que compõem a Área Metropolitana (veja quadro) tiveram o volume de imigrantes aumentado em 2010 quando comparado aos resultados de 2000, especialmente Águas Lindas (GO) e Valparaíso (GO).
Polo atrativo
O levantamento mostra que o estado de Goiás vem se apresentando como grande polo atrativo. Do total de imigrantes para o estado, 32,7% desse contingente foram para a periferia metropolitana de Brasília. Em 2000, do total de imigrantes do município de Águas Lindas 61,2% eram oriundos do DF.
Já em 2010, esse percentual caiu para 48%, um valor ainda considerado elevado. 
Fonte: Jornal de Brasília
Sites e Blogs

Deixe um comentário