Agnelo prestigiou Maior São João do Cerrado

Como moldura para o palco, um grande painel branco reproduzia ícones da arquitetura de Brasília, como as cúpulas do Congresso, as colunas do Palácio da Alvorada e a coroa do alto da Catedral. Ali, eram projetadas imagens do céu vermelho de um pôr do sol no sertão, bonecos de Mestre Vitalino, desenhos de Lampião e Maria Bonita.

A simbiose entre a moderna capital plantada no Planalto Central e o Nordeste brasileiro, representada na moldura do palco do Maior São João do Cerrado, não é gratuita, nem recente. Vem de berço. “À grande convocação que conclamava o povo para a gigantesca tarefa, começaram a chegar de todos os cantos da imensa pátria os trabalhadores: os homens simples e quietos, com pés de raiz, rostos de couro e mãos de pedra”, já dizia Vinícius de Morais, nos versos da “Sinfonia da Alvorada”, ao retratar a construção de Brasília.

De acordo com um estudo realizado pela Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), mais de 50% dos brasileiros que vieram de outros estados para morar em Brasília são nordestinos: de 1.186.345 migrantes vindos para o DF até 2010, 603.386 vieram do Nordeste. Inclusive o baiano de Itapetinga Agnelo Queiroz, atual governador do Distrito Federal.

“A expressão da cultura nordestina no Distrito Federal é muito forte. E é isso que torna esta festa tão especial”, comentou Agnelo, ao visitar, na noite de sábado e na madrugada de domingo, o Maior São João do Cerrado, que acontece desde o dia 7 de agosto e termina hoje no Ceilambódromo, em Ceilândia, a maior cidade nordestina do Distrito Federal.

Acompanhado da primeira-dama, Ilza Queiroz, Agnelo se divertiu e se emocionou com o show da cantora paraibana Elba Ramalho, que homenageou os sanfoneiros Luiz Gonzaga e Dominguinhos, além de incluir no repertório diversas canções típicas das festas juninas brasileiras.

“Este evento coloca Ceilândia definitivamente no calendário cultural do Distrito Federal”, comentou Agnelo. “Não apenas do Distrito Federal, porque, como uma das maiores festas juninas fora de época do Brasil, o Maior São João do Cerrado vai se consolidando também no calendário dos grandes eventos culturais do país”, emendou.

A festa, que reúne milhares de pessoas no Ceilambódromo, tem co-realização do governo do Distrito Federal, com a Secretaria de Cultura e a Administração Regional de Ceilândia.

Fonte:

Deixe um comentário