Adolescentes de medidas socioeducativas participam de jornada de xadrez

Adolescentes que cumprem medidas socioeducativas na Unidade de Internação do Plano Piloto (UIPP) participam hoje e amanhã da 1ª Jornada de Xadrez, que visa desenvolver habilidades como concentração e raciocínio lógico, além de ajudar na construção de valores morais.

“O xadrez é um jogo que qualquer pessoa pode aprender a jogar, independentemente do seu nível de intelectualidade, tanto é que há jovens com grande distorção de idade, em turmas de alfabetização, que aprenderam a jogar e participam do projeto”, destacou o professor de educação física, Luiz Nolasco Junior, que atua na unidade desde 1999.

A ideia do projeto “Abrindo as Portas do Xadrez” surgiu durante o recesso escolar dos internos que, voluntariamente, começaram a frequentar as aulas de xadrez sob a coordenação do professor.

A proposta é desenvolver práticas lúdicas e interdisciplinares no ambiente pedagógico para reforçar não só a aprendizagem, mas também resgatar valores entre os adolescentes.

Segundo o coordenador do projeto, o xadrez ajuda a melhorar a atenção, a concentração, o raciocínio lógico-matemático e a autonomia, e o projeto procura envolver outras disciplinas escolares como Português -os alunos têm jogado xadrez e feito redações sobre essas temáticas.

O “Abrindo as Portas do Xadrez” se tornou um projeto de pesquisa de Mestrado do professor na Faculdade de Educação da Universidade de Brasília, cuja dissertação será defendida em dezembro e trata dos resultados e possíveis benefícios do uso de jogos como xadrez como ferramenta pedagógica e de construção de valores.

 

Fonte:

Deixe um comentário