180 estabelecimentos são interditados em MG e RJ

Cerca de 180 estabelecimentos comerciais foram interditados pelo Corpo de Bombeiros em Minas Gerais e no Rio de Janeiro, desde o incêndio na boate Kiss, em Santa Maria (RS). São Paulo não fez um balanço de casas fechadas, mas ações de várias prefeituras já fecharam diversos estabelecimentos comerciais. Na capital paulista, os bombeiros e a administração municipal começaram uma fiscalização conjunta na noite do último sábado, quando pelo menos uma boate foi interditada por não ter extintores.

Em Minas, 48 estabelecimentos foram interditados pelos bombeiros. Em Belo Horizonte, vários comerciantes correram, depois de vistorias realizadas durante a semana, para se adaptar às exigências e garantir a possibilidade de abrir no fim de semana. Levantamento feito pelo Correio indica que Montes Claros, no Norte de Minas, teve o maior número de casas noturnas e boates fechadas —18 no total —, a pedido do Ministério Público. Entre elas, um salão de dança que funcionava como academia. As cidades universitárias também estão em alerta. Autoridades se reuniram para traçar uma rotina de fiscalizações.


No Rio, nada menos que 127 estabelecimentos comerciais foram interditados. Segundo os bombeiros, 209 casas foram vistoriadas e apenas 10 estavam totalmente regularizadas. Além das interdições, 52 estabelecimentos receberam multa e 20 foram notificados.


Fonte: Correio Braziliense

Extratos dos Jornais

Deixe um comentário